quinta-feira, 26 de junho de 2014

FRAGMENTOS

(Gracinda Calado)

O coração é partido pela separação, enquanto o sangue escorre, fragmenta-se a alma pequenina!

Os sonhos são pesadelos no universo do cérebro confuso, repartidos em momentos. Depois voltam, são jogados ao vento, voam no ar perdidos em fragmentos.

No peito o pulsar febril da alma ardente, queima na chama de um amor mal resolvido.

Encontros de outrora, desencontros de agora, passam perdidos numa noite intensa...

Primaveras de ilusões e de paixões, loucuras, desafios, sonhos de um amor, perdidos no oásis da solidão.

Fragmentos de nós dois, de uma vida que se foi, de outra que ficou na saudade que será eterna de uma linda história de amor que mal começou!

Sigo meu destino, juntando os meus fragmentos, meus pedaços e sofrimentos, cada saudade é uma história.

Cada momento é uma vitória! Em cada canto uma saudade em cada olhar uma lembrança.

No leito das ilusões, nos braços da solidão, cada pedaço representa a vida que ficou pra trás, eu junto os cacos e os farrapos e recomeço uma nova  vida, uma nova história!

Nenhum comentário:

Postar um comentário